quarta-feira, 16 de abril de 2014

PÁSCOA CHEGANDO: 7 BOAS NOTÍCIAS PARA OS CHOCÓLATRAS E PARA QUEM ESTÁ EM DIETA

Roberta Stella, nutricionista-chefe do Dieta e Saúde, apresenta sete características do chocolate que são benéficas à saúde e explica a diferença entre os tipos de chocolate
 São Paulo, abril de 2014 – A Páscoa está se aproximando e, nesta época do ano, resistir ao chocolate é quase impossível. A boa notícia é que resistir não significa cortar totalmente essa delícia do cardápio durante o feriado, pois, como tudo na reeducação alimentar e em uma dieta saudável, os prejuízos para a balança ocorrem apenas quando se exagera na quantidade e na frequência. As mordidas e beliscadas no chocolate estão liberadas, desde que com moderação por razões simples: é rico em gorduras e açúcar, nutrientes que elevam o seu valor calórico.
Por outro lado, o chocolate, além de delicioso, é cheio de substâncias benéficas ao organismo. Roberta Stella, nutricionista-chefe do Dieta e Saúde - programa online de emagrecimento que propõe a eliminação de peso, com saúde, por meio da dieta dos pontos - selecionou as características desse doce pecado, para você aproveitar, sem peso na consciência ao se deliciar nesta Páscoa:

  •     O chocolate apresenta compostos antioxidantes chamados de flavonóides que impedem que o colesterol ruim se oxide e se deposite nos vasos sanguíneos, estando, portanto, relacionado com a prevenção de doenças do coração;
  •          A cafeína e a teobromina são compostos vasodilatadores que estão presentes, principalmente, nos chocolates escuros, sendo mais um motivo para que os chocolates ajam em benefício da saúde do coração;
  •        O chocolate com maior quantidade de cacau – chocolate amargo com teor superior a 60% de cacau – está relacionado à saúde do coração, já que apresenta as três substâncias (flavonóides, cafeína e teobromina) que ajudam a reduzir o colesterol e são vasodilatadores ajudando na circulação sanguínea;
  •     Minerais importantes para o organismo também são presentes nos chocolates, entre eles: ferro, manganês, potássio e magnésio;
  •     Os chocolates, principalmente os brancos e ao leite, contém maior quantidade de gorduras e calorias, além de ter menor quantidade de antioxidantes. A melhor opção é o chocolate amargo;
  •    O consumo dos chocolates amargos deve ser de 3 a 4 vezes por semana e em pequena quantidade, ou seja, no máximo, 30 gramas ou uma barrinha pequena. E, vale lembrar que o chocolate ao leite não apresenta o mesmo benefício já que é rico em açúcar e gorduras.
  •      A diferença entre os diversos tipos de chocolates está na composição que eles apresentam. O chocolate amargo contém menor quantidade de açúcar em relação ao meio amargo. Já, o chocolate ao leite, além de conter açúcar, também possui leite. O chocolate branco é produzido a partir da manteiga de cacau e, por isso, apresenta maior quantidade de gordura e, consequentemente, de calorias.


Tipos de chocolates
 Não é por acaso que cada chocolate recebe uma denominação – ao leite, branco, meio amargo, cobertura hidrogenada e diet. Mas afinal, quais as diferenças entre eles. A variedade de ingredientes dos chocolates garante a textura e o sabor característico de cada um. “Como os valores calóricos dos chocolates são semelhantes, cada consumidor pode optar pelo que tiver melhor aceitação de sabor ou preferência. Mas a principal dica é consumi-lo com moderação – cuidado na quantidade e também na frequência”, alerta Roberta Stella, nutricionista-chefe do Dieta e Saúde.    
 Chocolate ao leite: massa de cacau, açúcar e leite em pó integral. Quantidade de cacau: 36 a 46%.  
Chocolate meio amargo: massa de cacau, açúcar e manteiga de cacau. Como o chocolate amargo, apresenta coloração escura por não levar leite, mas contém açúcar, o que suaviza o sabor. Quantidade de cacau: 52 a 62%.
           Chocolate branco: manteiga de cacau, açúcar e leite em pó integral. É o mais delicado – é branco porque não tem a massa de cacau.
Chocolate diet: não contém açúcar na composição. Assim, o edulcorante (adoçante) é acrescentado para substitui-lo, mas muitas pessoas reclamam que este ingrediente deixa um sabor residual desagradável. Porém, no lugar do açúcar, é acrescentada mais gordura do que o normal, o que é um inconveniente para quem está ligado em eliminar a gordura da alimentação.
Sobre o Dieta e Saúde
O Dieta e Saúde é um programa online de emagrecimento saudável que propõe uma mudança no estilo de vida e alimentação, por meio da reeducação alimentar. A metodologia é baseada na dieta dos pontos, em que cada alimento recebe uma pontuação e a quantidade para ingestão diária. O programa também ensina a fazer escolhas inteligentes, como seleção de alimentos, sugestão de cardápios, tudo de olho na rotina e “bolso” de cada pessoa. O objetivo é proporcionar uma vida saudável, com qualidade de vida melhor, autoestima e, de quebra, eliminação de peso com saúde e permanente, ao invés de dietas e soluções pontuais. Dieta e Saúde é 100% online por meio do site ou aplicativo. Pensando na correria do dia a dia das pessoas, as ferramentas online são para facilitar e beneficiar o assinante – termo que utilizam para as pessoas que estão no programa – a partir do seu perfil e necessidade, para que possam escolher o que preferem e o que se adequa a rotina. Para completar, o atendimento e plano de pontos são feitos sob medida para cada assinante, com acompanhamento de nutricionistas e educadores físicos .www.dietaesaude.com.br
*Beijinhos
Aline Munhoz


domingo, 13 de abril de 2014

O biquíni ideal para cada tipo de corpo

Oi amores,

Fiz várias pesquisas sobre biquinis esse final de semana e pude perceber que é fácil achar o biquini ideal, basta saber qual tipo de biquini fica melhor em cada tipo de corpo. 

Ampulheta
Conhecido como “violão”, essa silhueta tem proporções de ombro e quadril equilibradas, além de cintura bem marcada. Esse tipo de corpo pode usar todos os tipos de biquíni. Fique longe apenas de extremos: calcinhas largas demais ou modelos fio dental.
Pera
Disfarce o volume do quadril, característico desse tipo de silhueta, usando calcinhas escuras e com laterais mais largas.Tente criar volume usando estampas na parte de cima ou bojo. Sutiãs tomara que caia, frente-única, com detalhes e drapeados são bem-vindos, mas é bom evitar os maiôs.
Retângulo
Com formas retas e cintura pouco evidente, esse tipo de corpo precisa de biquínis que criem a ilusão de curvas na silhueta. Detalhes como babados, estampas e lacinhos ajudam nessa tarefa. Estão liberados peças com estampas, cores vivas e volume, assim como modelos cortininha, tomara que caia e maiôs engana-mamãe.
Oval
Normalmente, esse tipo de mulher está acima do peso e possui barriga saliente e seios fartos. O recomendado para esse tipo de corpo é o maiô. Mas calcinhas de cintura alta também são indicadas quando combinadas com sutiãs de laterais e alças mais largas. Cuidado com estampas muito marcantes. Peças lisas, escuras ou com desenhos discretos caem melhor.
Triângulo invertido
Nesse formato de silhueta, os ombros são mais largos do que o restante do corpo. Esse tipo de mulher deve priorizar modelos sem alças e tomara que caia. Optar por cores escuras e peças lisas em cima e deixar as aplicações de metais, cores vibrantes, claras e estampas para a calcinha é uma boa opção na hora de equilibrar as formas.
Disfarce os defeitinhos
Seios pequenos: sutiãs com cores claras e chamativas ou com volume e relevo são boas escolhas. Aposte em sutiã com bojo, cortininha e tipo camiseta.
Coxas grossas: escolha calcinhas de tamanho intermediário, nem muito pequenas ou grandes. Listras e desenhos verticais ajudam a diminuir o volume do corpo.
Pneuzinho: para disfarçar a barriguinha saliente, abuse das calcinhas de cintura alta ou dos maiôs. Deixe o visual mais moderno abusando das cores da moda e estampas.
Bumbum grande: modelos com tamanho médio, cores escuras e laterais largas são boas opções. Também vale destacar a parte superior com estampas chamativas.
Seios grandes: fuja dos tomara que caia e cortininhas, preferindo os modelos com mais sustentação. São recomendados sutiãs com bojo (sem enchimento), alças largas e estampas discretas. Chame a atenção para a calcinha.
Bumbum pequeno: calcinhas menores e com lacinhos largos nas laterais são as melhores apostas. Também está liberado abusar de estampas e cores claras para valorizar a região.

Amores, agora gostaria de convidar vocês para conhecer os lindos biquínis da Serendipity Praia  que é uma loja nova com peças lindas para todos os tipos de corpos, são biquinis com estampas exclusivas. Muito lindos.
Vou colocar alguns modelos lindos aqui pra vocês, depois passem no INSTAGRAM da loja e confiram na integra todos os modelinhos disponíveis.
  


 




Meninas olhem que lindos, um biquíni mais lindo que o outro, fica até difícil escolher.

Recomendo a vocês seguirem o INSTAGRAM da @Serendipity_beach_style e conhecer os biquínis lindos da loja com ótimos preços, estampas exclusicas, ótimas formas de pagamento e entrega super rápida. Eles entregam para todo o Brasil, vale a pena conferir.

Espero que tenham gostado das ficas.
*Beijinhos
Aline Munhoz

sexta-feira, 11 de abril de 2014

5 piores lanches rápidos para quem quer perder peso

5 piores lanches rapidos para quem quer perder peso 5 piores lanches rápidos para quem quer perder peso

Fast food, comidas prontas, lanches, pizzas, pipocas de microondas, sorvetes, salgadinhos fritos, chips, biscoito recheado: você sabe o que esses produtos têm em comum? Todos eles contém excesso de gordura trans e uma quantidade exagerada de sódio.

Segundo a nutricionista Francielle Franco, o consumo “acaba resultando em triglicerídeos, colesterol alto, problemas cardiovasculares, risco de hipertensão, acidente vascular cerebral, catarata, pedra nos rins e câncer de estômago”. Além disso, os principais problemas do consumo exagerado desses produtos são a obesidade e o ganho rápido de peso.
A nutricionista Tatiana Guerra preparou uma lista dos lanches rápidos que devem ser evitados para quem deseja emagrecer. Confira também algumas opções para substituir os vilões da dieta por produtos mais leves e saudáveis:

1. Salgadinhos de milho

Segundo a nutricionista Tatiana os salgadinhos são ricos em sal, gordura e conservantes e o consumo exagerado pode trazer prejuízos à saúde.
Opção de substituição: Uma boa opção é substituir os salgadinhos por um mix de castanhas e oleaginosas, fonte de vitaminas, antioxidantes e fibras. Mas não exagere na quantidade pois, apesar dos benefícios, são muito calóricas. Por isso, 30 gramas são suficientes. Tatiana afirma que elas “auxiliam na prevenção de doenças do coração, câncer e envelhecimento precoce.”

2. Sorvete de massa

Devem ser evitados pois possuem alto teor de açúcar e gordura “trans”, além de corantes e conservantes.
Opção de substituição: Fruta in natura é a melhor opção. Esporadicamente o consumo de picolés à base de frutas está liberado. “Se a vontade de comer doce for muito grande, 15g de chocolate amargo acima de 55% de cacau também pode trazer benefícios”, afirma Tatiana.

3. Biscoito Recheado

Devem ser evitados pois são alimentos cheios de açúcar e com uma grande quantidade calórica. Além disso, contêm muita gordura saturada, o que favorece o aumento do LDL (o “colesterol ruim”) e a diminuição do HDL, considerado o colesterol bom.
Opção de substituição: “Atualmente o mercado oferece uma grande variedade de biscoitos sem recheio e até mesmo opções integrais ou orgânicas enriquecidas com fibras, vitaminas e minerais” orienta Tatiana.

4. Frituras

Salgados, batata, mandioca e polenta frita devem abolidos. “Durante a fritura ocorrem alterações químicas no óleo utilizado, dando origem a gordura trans e a uma substância chamada acroleína que é altamente cancerígena”, afirma Tatiana.
Opção de substituição: Escolha os salgados assados sem catupiry, um lanche light de atum com cenoura ralada, ou um sanduíche natural. Uma versão light da batata frita também pode ser ingerida e nesse caso a redução de calorias é de 50%. Tatiana dá a receita: “corte as batatas em palitos, borrife azeite de oliva e leve ao forno até ficarem macias e crocantes.”

5. Refrigerantes

Os refrigerantes devem ser evitados. Segundo Tatiana as fórmulas a base de cola possuem uma substância chamada ácido fosfórico que rouba o cálcio dos ossos: “mesmo a versão diet, apesar de não conter açúcar também é rica em sódio, corantes, acidulantes e conservantes que podem apresentar sérios riscos à saúde”, afirma a nutricionista.
Opção de substituição: O suco de fruta natural é a melhor escolha na substituição dos refrigerantes. Na impossibilidade, deve-se optar pela polpa de fruta congelada, suco concentrado sem adição de açúcar ou suco de uva integral. Em último caso os sucos de caixinha podem ser consumidos, mas com moderação. Tatiana orienta que as versões em pó não devem ser consumidas em nenhuma hipótese pois são ricas em açúcar, corantes e conservantes.

*Beijinhos
Aline Munhoz

terça-feira, 8 de abril de 2014

Body - o queridinho do momento

Oi amores,

Hoje vou falar um pouquinho dos meus queridinhos do momento, bodies.

Se antes eles só eram vistos nas praias, agora os maiôs e bodies ganharam as ruas e até as baladas. Queridinhos entre as celebridades, os modelos sem manga, com manga 3/4 ou longa podem ser combinados com shorts, saias ou calças estilosas.
As estampas também variam, do monocromático às estampas animal print. O sucesso é tanto, que as peças já viraram coringas nos guarda-roupas de famosas como Carol Dieckmann, Sabrina Sato e Claudia Leitte. Por serem super apertadinhas, essas peças dão um ar sexy à produção.
Eu também estou apaixonada nessa moda e já comprei alguns, na verdade estou até ''viciada'' neles. Rsrsrs
A peça hit da temporada, traz um leque de opções muito bacanas para ser combinada, além de deixar a produção sexy na medida certa, claro que sabendo usar corretamente (o que não é muito difícil), concordam? As versões mais atuais reafirmam a elegância e sensualidade da mulher brasileira e também o quanto versátil pode ser um item de verão, hoje muito usado em composições para noite/balada e urbanas. Vale a pena investir nessa tendência super , não acham?

Vejam alguns look's meus com meus queridinhos

Foto: Look que usei no dia da entrevista. ♥♡♥ #AlineMunhoz #dicasdaaline 

@alinemunhoz

www.blogdadieta.com


                                      


Como vocês já devem ter percebido, eu estou apaixonada por bodies. RSRSRS por mim eu andava com eles todos os dias, acho que eles valorizam o corpo e dão um ar sexy e sofisticado ao look.

Espero que gostem do post.

*Beijinhos 
Aline Munhoz

domingo, 6 de abril de 2014

Como eu resolvi e consegui emagrecer

Oiiiii amores,

Diariamente recebo vários e-mail's e perguntas nas redes sociais de pessoas querendo saber como eu emagreci.

Como eu resolvi emagrecer?

Eu tive uma infância gordinha e uma adolescência obesa. Quando tinha cerca de 15 anos, fiz várias dietas malucas e como resultado, emagreci muitos quilos em pouco tempo. Na época eu não intendia como aquelas dietas poderiam fazer a mal a minha saúde. Pouco tempo após o término da  dieta que me fez perder cerca de 24 quilos, comecei a ganhar peso novamente e em pouco mais de 1 ano já havia engordado por volta de 26 quilos. Nessa época eu estava fazendo segundo colegial, e a chegada do vestibular ia me deixando cada vez mais ansiosa e me fazendo engordar ainda mais, no terceiro colegial eu já pesava cerca de 86 quilos. O auge do meu peso foi quando entrei pra faculdade, curso de Odontologia, eu estava pesando 89 quilos, naquela época eu não saia, não tinha amigos e me sentia incomodada em todos os locais que eu ia. Eu estava na faculdade, e precisava comprar roupas novas, inclusive roupas brancas. Fui até uma loja aqui da minha cidade, e pra minha tristeza a atendente disse que na sua loja não havia nada que servia. Saí da loja chorando e fiquei muito chateada, mas naquele dia, minha força se multiplicou e eu decidi que eu ia emagrecer.
A princípio eu decidi que para emagrecer eu precisava de uma ''âncora'', apoio de pessoas, mas que elas soubessem quem comandava aquilo tudo, foi quando eu resolvi criar o ''Blog da Dieta'' no instagram. Eu postava meus pratos e as pessoas gostavam dos meus posts. Em pouco tempo eu estava com 10 mil seguidores. Nessa época eu já devia ter emagrecido cerca de 13 quilos foi quando eu decidi colocar o meu nome no instagram '' Aline Munhoz'' para que as pessoas me conhecessem. Hoje eu tenho cerca de 52 mil seguidores que foram fundamentais para que eu conseguisse emagrecer os 21 quilos que emagreci até hoje. Ainda quero emagrecer 10 quilos e continuo na luta.

Como eu consegui emagrecer?

Essa é a pergunta que eu mais recebo todos os dias, pessoas querendo saber qual dieta eu fiz para emagrecer.
A verdade é que eu não fiz nenhuma dieta específica, fiz reeducação alimentar, que consiste em comer de tudo e em menores quantidades.
A princípio, no começo, eu me adaptava a tudo que tinha em casa, não comprava nada diferente, e eu acho que isso é fundamental, você não pode mudar radicalmente sua alimentação e depois voltar a comer o que comia antes, por exemplo, comia arroz branco, bolo normal, bolacha normal, enfim comia o que tinha na minha casa. Aos poucos fui dando preferência aos alimentos integrais, mesmo assim se por acaso não tiver alimentos integrais na minha casa eu como o que tiver, o importante é ter equilíbrio na alimentação.
As principais dicas que deram muito certo comigo e que podem ajudar vocês são:

- comer de 3 em 3 horas
- tomar um bom café da manhã
- evitar frituras
- evitar refrigerante
- beber bastante água

Acho que esses itens foram também fundamentais para meu emagrecimento.
Como disse pra vocês, não sigo uma dieta regrada, mas vou dar uma sugestão de um cardápio de um dia pra vocês.

Café da manhã (9:30)
2 fatias de pão de forma integral/light com requeijão light 
1 copo de leite desnatado 
1 fruta

Almoço (12:30)
3 colheres de sopa de arroz integral
2 colheres de sopa de feijão
1 pedaço médio de carne magra (vaca, frango, peixe)
Salada de folhas verdes á vontade
Salda cozida: 2 colheres de sopa

Lanche da tarde(16:00)
1 fruta ou 1 pacotinho de bolacha integral(PitStop, ClubSocial) ou barra de cereal/proteína.

Jantar (19:00)
Salada de folhas verdes, tomate e um pedaço de carne

Lanche da noite (22:00)
1 copo de leite desnatado ou 1 barra de cereal/proteína





Gente, minha dieta foi e é assim até hoje. Não passo e nunca passei fome, esse cardápio me ajuda muito. Claro que vario, não como todos os dias as mesmas coisas, esse cardápio foi só um exemplo pra quem está precisando de uma dica para começar uma nova dieta. Quem quiser ver meus pratos é só me seguir no Instagram @AlineMunhoz .


Os exercícios que eu fiz e faço até hoje são: Andar de bicicleta e pular corda. Adoro atividades ao ar livre.

*Beijinhos 
Aline Munhoz





sexta-feira, 4 de abril de 2014

7 problemas de saúde que o consumo do refrigerante pode causar

7 problemas de saude que o consumo de refrigerante pode causar 7 problemas de saúde que o consumo do refrigerante pode causar


Os refrigerantes, independente das suas marcas ou características como ser de fruta, “diet”, “light” ou “zero” são conhecidos por ser, tanto uma bebida apreciada e que está presentes em diversas situações sociais, quanto uma bebida perigosa para a saúde humana, já que contém inúmeras substâncias que causam danos ao organismo.
Michelle Schoffro, cozinheira, mestre em ciências, PhD, consultora nutricional e médica ortomolecular, em seu livro The Vitality Diet, ainda sem versão em português, categorizou os refrigerantes diet e os não diet respectivamente no primeiro e segundo lugar da lista dos piores alimentos que deveriam ter o consumo reduzido ou abolido pelo ser humano.
Confira a seguir as sete formas que o consumo de refrigerantes age prejudicialmente com relação à saúde e conscientize-se para evitar problemas futuros:

1 – Asma

O benzoato de sódio encontrado em grande parte dos refrigerantes é associado por muitos profissionais da área médica e da comunidade científica à causa de asma e eczema. Assim sendo, quem já tem asma ou eczema, deve evitar este produto para não ter crises intensificadas e quem não quer arriscar desenvolver estas doenças, deve fugir do consumo regular de refrigerantes.

2 – Cárie dentária

O ácido e o açúcar encontrados em refrigerantes podem respectivamente dissolver o esmalte do dente e ser fonte de alimento para bactérias bucais causadores da cárie. Apesar de a cárie dentária parecer ser um problema simples de ser resolvido, caso se desenvolva de forma drástica pode afetar o nervo e a raiz do dente, o que além de causar dor pode levar à perda do dente. Assim sendo, quem quer ter dentes bonitos e saudáveis deve evitar beber refrigerantes ou, no mínimo, escovar os dentes imediatamente após seu consumo.

3 – Doença cardíaca

A presença do o xarope de milho com seu alto teor de frutose é um agravante com relação à composição da bebida, pois esta substância é produzida através da combinação do milho com enzimas artificialmente combinadas que fazem o corpo viciar-se.
O consumo excessivo desta substância super doce, por descontrole induzido no organismo, provoca diabetes e consequentemente, problemas cardiovasculares.

4 – Problemas renais

O ácido fosfórico presente em refrigerantes é causador de pedras nos rins e problemas renais, pois para manter o equilíbrio do corpo este ácido obriga os rins a aguentarem a sobrecarga de atividade.

5 – Obesidade

Há uma estreita relação entre o consumo de refrigerantes e obesidade. Estima-se que para cada refrigerante bebido, o indivíduo tem 1,6 vezes mais probabilidade de ser obeso.
A composição do xarope de milho com alto teor de frutose, presente nos refrigerantes, é considerado um dos principais causadores da obesidade, pois inibe a leptina, hormônio responsável por informar a saciedade alimentar ao corpo.

6 – Questões reprodutivas

Muitos refrigerantes são envasados em embalagens que contém ABP ou bisfenil-A, uma resina que é associada ao desenvolvimento de puberdade precoce e outros problemas reprodutivos.

7 – Osteoporose

O ácido fosfórico encontrado em refrigerantes, já mencionado por afetar os rins, também prejudica os ossos, pois para o equilíbrio químico a substância retira cálcio do corpo, que ao longo do tempo pode causar degenerações severas.
*Beijinhos
Aline Munhoz

quarta-feira, 2 de abril de 2014

8 alimentos para controlar a ansiedade

8 alimentos para controlar a ansiedade 8 alimentos para controlar a ansiedade

Você tem uma rotina corrida e está difícil manter a tranquilidade? A agitação da vida moderna pode causar ansiedade e prejudicar a saúde como um todo: atrapalha o sono, altera o humor, e, às vezes, faz o ponteiro da balança disparar.
Quando em excesso, a ansiedade provoca uma bagunça emocional e desencadeia sensações de mal-estar e angústia. Existem tratamentos e terapias para tratar este problema, mas, antes de partir para os medicamentos, uma ótima forma natural de acalmar os nervos é através da alimentação.
Alguns alimentos são cheios de nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, e podem ajudar a diminuir o estresse, aumentar a sensação de tranquilidade e melhorar sua disposição.
A lista abaixo foi preparada pela nutricionista Marina Donadi e indica alguns alimentos que devem ajudá-la deixar os ânimos mais equilibrados. Confira:

1. Frutas cítricas

Elas são ricas em vitamina C, que reduz a produção de cortisol, considerado o hormônio do estresse. Essa vitamina também age no combate aos radicais livres – substâncias que aumentam a ansiedade e provocam envelhecimento. Limão, laranja e outras fontes de vitamina C, como o morango, rúcula e brócolis são ótimos alimentos, pois, além de combaterem a ansiedade, possuem baixa caloria.

2. Leguminosas

Grãos como feijões, lentilha e grão-de-bico, são ricos em vitamina B6 e ácido fólico, substâncias essenciais para a formação da serotonina. A serotonina é considerada o hormônio da felicidade, pois é responsável pela sensação de bem-estar e relaxamento.

3. Carnes e peixes

Esses alimentos são fonte de triptofano, um aminoácido responsável pela produção da serotonina. Eles ajudam a melhorar o sono, combater a ansiedade e proporcionam sensação de bem-estar. Para desfrutar desses benefícios sem sair da dieta, opte por carnes magras.

4. Oleaginosas

Fazem parte deste grupo as castanhas, nozes e amêndoas. As frutas oleaginosas ajudam a combater a irritação e o estresse pois são ricas em magnésio, substância que ajuda a converter o triptofano em serotonina, e são também fonte de vitamina E e B, que auxiliam o sistema imunológico. Além disso, esses alimentos combatem o envelhecimento da pele, melhoram o funcionamento da tireoide, reduzem os níveis de colesterol ruim no sangue e dão sensação de saciedade. Mas a nutricionista alerta: é preciso consumir com moderação, já que são muito calóricos.

5. Leite e derivados

O leite e seus derivados contêm cálcio, uma substância responsável pelo controle na transmissão de impulsos nervosos. A diminuição do cálcio no sangue pode piorar o problema de ansiedade. Ao escolher estes alimentos, dê preferência às opções magras, como queijos brancos e leite desnatado.

6. Carboidratos

São fonte de carboidrato alimentos como pães, arroz, aveia e massas. Eles elevam os níveis de açúcar no sangue e fornecem energia, disposição e bem-estar. Muitas vezes, este grupo alimentar é visto como vilão nas dietas, mas os carboidratos são indispensáveis para o bom funcionamento do organismo. Para a nutricionista Marina Donadi, o importante é consumir com moderação e fazer boas escolhas. “Escolha sempre as opções integrais no lugar das processadas, já que têm mais nutrientes, são ricas em fibras e prolongam a sensação de saciedade”, indica.

7. Espinafre

O espinafre é rico em ácido fólico, uma potente vitamina que funciona como um antidepressivo natural. Quando as concentrações desta substância estão baixas no organismo, os níveis de serotonina também se reduzem. Além disso, este alimento atua como antioxidante, melhora o funcionamento cerebral e tem pouquíssimas calorias.

8. Chocolate

Os chocolates são ricos em flavonoides – um tipo de antioxidante que favorece a produção da serotonina – e podem ajudar a aliviar a ansiedade. Mas, para este alimento, a nutricionista indica cuidado redobrado. “Como são muito calóricos e, em geral, ricos em gordura e açúcar, o consumo deve ser moderado. Na hora de comprar, o ideal é escolher os chocolates amargos e com mais cacau em sua composição. Quanto maior a porcentagem de cacau, melhor”, afirma Marina.
*Beijinhos
Aline Munhoz